14 Dicas para evitar a Gripe

Não existe uma receita infalível para evitar a gripe, mas, sem dúvida alguma, a vacinação anual é a forma mais segura. Chegado o momento, as autoridades sanitárias anunciaram o início da campanha anual de vacinação, e no seu Centro de Saúde lhe colocarão a vacina gratuitamente.


Em especial, devem vacinar as pessoas incluídas nos chamados grupos de risco. Leia aqui quem são considerados como tais.


Com tudo, não é de seguir algumas diretrizes de atuação rosto para se proteger de um eventual contágio. Dado que o vírus se transmite facilmente entre as pessoas e infecta o organismo através das vias respiratórias, precauções básicas visam minimizar as possibilidades de contaminação por essa via.


Cara sonándose e jovem com máscara


Abaixo listamos as mais elementares.


1. Lave as mãos frequentemente


Em particular, ao menos a cada vez que você chegar da rua e antes de cada refeição. Use água e sabão, ou um gel desinfectante. O vírus se propaga de pessoa para pessoa, por ter algum tipo de contato. Bastaria tocar o nariz, a boca ou os olhos, depois de ter tido contato com uma pessoa infectada para contraerlo. É, portanto, fundamental evitar tocar sem ter lavado cuidadosamente as mãos.

Entrando a vacina

Não existe uma receita infalível para evitar a gripe: vacinação anual é a forma mais segura.


Outra forma de prevenir o contágio é desinfetar os objetos dos lugares que mais frecuentamos, como os picaportes e maçanetas de portas, torneiras, telefones, teclados de computadores compartilhados e muitos mais. Idealmente, trazer toalhetes desinfectantes pode facilitar este trabalho.


2. Tente ficar longe dos doentes


Por razões óbvias: o contato com eles, ou respirar o mesmo ar que eles, pode-se supor apanhar.


3. Evite cumprimentar com um beijo ou estreitando a mão


Qualquer contato com alguém que possa estar infectado implica contrair o vírus.


4. Não compartilhe copos, talheres ou outros objectos susceptíveis de contaminação


Pois a saliva é boa, portadora do vírus, se o usuário do suporte ou o copo está infectado.


5. Lave bem os alimentos frescos antes de consumi-los


Nunca podemos estar seguros de que aquele que nos foi vendido não é portador do vírus.

Publicidade

6. Evite mudanças bruscas de temperatura


Agasalhe-se bem ao sair para a rua, protegendo o nariz e a boca com um lenço. Lembre-se que ao ar livre é melhor respirar pelo nariz.

Lavando as mãos

Você tem que lavar as mãos com frequência


7. Areje regularmente


Tanto os quartos e escritórios, como os outros espaços fechados. O ar de um quarto fechado, no qual tenha estado doente, com muita probabilidade contém vapor de água infectado.


8. Cúbrase o nariz e a boca com um lenço descartável


Quando tosa ou espirrar, e imediatamente tírelo para o lixo. Quando tosemos ou estornudamos expulsamos minúsculas gotículas de saliva ou secreções nasais em forma de spray que podem ficar nas mãos ou outras superfícies favorecendo o contágio.


9. Não tocar os olhos, boca ou nariz


O vírus pode sobreviver em determinadas superfícies de algumas horas até vários dias.


10. Tente evitar os lugares e transportes públicos

Mulher fumando com prazer

Fumar é sempre aconselhável


Assim como as aglomerações. De ser inevitável, extreme nestes casos, as medidas de higiene acima enumeradas.


11. Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada


Aproveite a fruta da época, cheia de vitamina C, que ajudam a reforçar o sistema imunitário.

Publicidade

12. Não fume


Não só fumar é ruim, sem paliativos, para a saúde, mas que pode favorecer complicações de quadros da gripe.


13. Durma o necessário


É difícil dizer quanto tempo, porque o tempo adequado é diferente em cada um. Mas o certo é que o corpo precisa de tempo para se regenerar e manter as suas funções básicas, pelo que dormir de forma adequada vai ajudar as defesas naturais do organismo. A falta de sono e o cansaço físico podem ser fatores favorecedores de contrair a gripe, por causa da diminuição das defesas.


14. Evite o mais possível de ir para os hospitais


Principalmente durante as epidemias. Se for absolutamente necessário, use uma máscara o tempo em que permanecer neles.

Dr. Salvador Pertusa Martínez, Médico de Família. Diretor Médico de NetDoctor. Atualizado: 03-09-2016